Skyna Hotels Logo
Skyna Hotel Luanda
12/14/2015
President Jose Eduardo dos Santos
O Engº José Eduardo dos Santos
12/16/2015
Show all

Angola | 40 Years of Independence

Angola 40 Anos de Independência

40 Anos de Independência

11 de Novembro de 1975. Esta é uma data importante na História de Angola.

Foi o dia em que o País conquistou a independência e quando começaram a ser criadas as bases para o desenvolvimento visível nos dias de hoje. Quatro décadas depois, a identidade nacional está deveras reforçada e a data é mais uma vez assinalada. Este ano de uma forma um tanto ou quanto especial.

O Presidente da República, José Eduardo dos Santos, criou inclusive a Comissão Interministerial para a Organização das Acções Comemorativas Alusivas ao 40º Aniversário da Independência Nacional.

Em 2015, o Executivo pretende apelar à valorização da pátria, baseada na vontade de construir um Estado democrático, assim como à reflexão dos sacrifícios durante a conquista da independência ocorridos sob a consolidação de um Estado soberano, livre e independente. O processo de reconstrução de Angola é hoje considerado como um dos mais raros e bem-sucedidos da História recente de África. Para além da reconstrução das infra-estruturas, houve uma forte promoção do desenvolvimento, quer ao nível social, quer ao nível económico. As estradas
destruídas durante os 30 anos de guerra foram reconstruídas, Luanda é agora uma nova cidade, as relações internacionais, comerciais e económicas entre Angola e muitos outros países de todo o mundo foram renovadas e estão a ser cimentadas, existem objetivos delineados, metas traçadas.

Discurso Dr. António Agostinho Neto - Proclamação Independência Angola

Discurso Dr. António Agostinho Neto – Proclamação Independência Angola

Apesar do sector petrolífero ser um dos sectores mais importantes para o crescimento da economia angolana, não contribuiu por si só para esse mesmo crescimento nem foi o único onde foi criado emprego. A economia não petrolífera também foi relançada, através de acções que fomentam a actividade empresarial, tais como a criação do Instituto Nacional de Apoio à Pequena e Média Empresa (INAPEM) e da Agência Nacional de Investimento Privado (ANIP).

O governo também teve em consideração que a formação de quadros e a aposta na educação da população são medidas essenciais para combater as desigualdades sociais e para aumentar a produtividade e especialização dos profissionais.

O posicionamento geopolítico de Angola tem sido igualmente importante, assim como as actividades de apoio e solidariedade desenvolvidas junto de povos que pretendem alcançar a paz e a estabilidade política. A comunidade internacional reconheceu esta posição de Angola, chegando por isso a eleger o país para membro não permanente do Conselho de Segurança da ONU.

O enorme progresso e a bem-sucedida reconstrução de Angola deve-se também ao apoio internacional, primeiro com a ajuda humanitária logo após a guerra civil, e depois com o investimento externo por parte de diversos países. A Ajuda Internacional e o Investimento Directo Estrangeiro (IDE) deu um grande contributo, tanto na área petrolífera como na Agricultura e na Indústria.

Mais recentemente, a criação do Plano Nacional de Desenvolvimento 2013/2017 visa atingir uma maior estabilidade e crescimento, bem como mais emprego. Neste Plano, é dada importância à Indústria e à Agricultura.

Angola 40 Anos de Independência

40 Years of Indepenadance

November 11, 1975. This is an important date in the history of Angola.

This was the day the country conquered its independence and started creating the foundations for the development we see today. Four decades later, the national identity is greatly strengthened and the date is once more celebrated. This year in a somewhat special way.

The President of the Republic, José Eduardo dos Santos, created inclusively the Inter Ministerial Commission for the Organization of Celebratory Actions Allusive to the 40th Anniversary of National Independence. In 2015, the Executive intends to appeal to the appreciation of the homeland, based on the desire to build a democratic State, as well as to think over the sacrifices made during the conquest of independence for the consolidation of a sovereign, free and independent State.

The reconstruction process of Angola is today considered one of the rarest and most successful of the recent history of Africa. In addition to the infrastructure reconstruction, there was a strong promotion of development, both at social and economic level. The roads destroyed during 30 years of war have been rebuilt, Luanda is now a new city; international, commercial and economic relations between Angola and many other countries around the world have been renovated and are being consolidated, there are outlined goals, set targets.

Dr. António Agostinho Neto Speech, Proclamation of Independence Angola

Dr. António Agostinho Neto Speech, Proclamation of Independence Angola

Besides the fact that the oil sector is one of the most important sectors for the growth of the Angolan economy, this by itself did not contribute for growth nor was it the only sector where jobs were created. The non-oil economy has also been relaunched, through actions that promote entrepreneurial activity, such as the creation of the National Institute of Support to Small and Medium Enterprises (INAPEM) and the National Private Investment Agency (ANIP).

The government also took into consideration that staff training and investment in public education are essential measures to combat social inequalities and to enhance the productivity and expertize of professionals. The geopolitical position of Angola has been equally important, as well as the activities of support and solidarity developed with people who want to achieve peace and political stability. The international community has recognized the position of Angola, going so far as to elect the country as a non-permanent member of the UN Security Council.

The tremendous progress and the successful reconstruction of Angola is also due to the international support, first with humanitarian aid right after the Civil War, and later with foreign investment by several countries. International Aid and Foreign Direct Investment (FDI) made a major contribution, both in the oil sector and in the agriculture and Industry.

More recently, the creation of the National Development Plan 2013/2017 aims to achieve greater stability and growth, as well as more employment. In this Plan importance is given to the Industry and Agriculture.

0